Os resultados da MAX-WAY PLUS no teste da ADAC


A Britax Römer MAX-WAY PLUS, é orientada exclusivamente a contramarcha dos 9 aos 25 kg e tem o selo Plus Test, obteve uma pontuação de 3.6 ("suficiente") no último teste de cadeiras auto ADAC (publicado também pela RACE Espanha). Essa avaliação deve-se às pontuações obtidas em usabilidade (4.3) e ergonomia (3.0), que contrastam com a boa classificação em segurança (1.9). Seguidamente, analisamos os diferentes parametros que são avaliadas neste teste.

MAX-WAY PLUS

A Britax Römer MAX-WAY PLUS, que se orienta exclusivamente a contramarcha desde os 9 até aos 25 kg, obteve uma pontuação de 3.6 ("suficiente") no último teste de cadeiras de eutomóvel da organização de consumidores alemã Stiftung Warentest e o club alemão do automóvel ADAC, cujos resultados também publicam entidades como o RACE ou a OCU em Espanha. Recordemos que nestes testes, quanto mais baixa é a pontuação, melhor é a valorização.

O dispositivo recebeu 3.6 pontos devido às pontuações registradas em usabilidade (4.3) e ergonomia (3.0), o que contrasta com a boa classificação de segurança (1.9) e que influenciou significativamente a pontuação média, até obter uma classificação geral de "suficiente”
Seguidamente, analizamos os diferentes apartados que se valoram neste teste.

Segurança (50% da nota global): "boa" (1.9 pontos)

A MAX-WAY PLUS obteve 1,9 pontos no apartado de segurança, a melhor pontuação conseguida nestes testes por uma cadeira de automóvel a contramarcha que se instala com cinto.

Destacam o baixo risco de lesões tanto em impacto frontal como lateral, o ótimo trajeto do arnês e a boa estabilidade da cadeira no veículo.

Usabilidade (40%): "suficiente" (4.3)

No apartado de usabilidade ou facilidade de uso da MAX-WAY PLUS, a cadeira obtem uma pontuação de 4.3 pontos devido aos seguintes motivos:

  • Instalação complexa da cadeira.
    A MAX-WAY PLUS é uma cadeira que se instala com cinto de segurança de dois ou três pontos, pata de apoio e correias lower tether para a sua fixação na parte inferior do veículo. Este tipo de instalação foi qualificada como "suficiente" pela ADAC e penalizou na nota global deste apartado.

    Obviamente, uma cadeira com Isofix oferece uma instalação mais simples, mas, de acordo com a normativa de homologação R44/04, estas fixações apenas estão permitidas em dispositivos de retenção integral para crianças de até 18 kg, e a MAX-WAY PLUS está homologada para o seu uso até aos 25 kg.

    Portanto, entendemos que a instalação da MAX-WAY PLUS requere tempo, mas a segurança que proporciona este modelo faz com que mereça a pena investir este tempo na montagem.

  • Maior risco de má utilização.
    A maior complexidade na instalação significa que há um maior risco de montagem incorreta. Por esta razão, recomendamos a compra da cadeira num ponto de venda, onde podem aconselhar sobre a montagem do dispositivo e até mesmo realizar a instalação no veículo.

    Também, recomendamos ver o vídeo de instalação da cadeira e seguir o manual de instruções, que recebeu uma boa valorização por parte do ADAC.

  • Colocar o arnês à criança é um pouco mais complexo.
    Ao ser uma cadeira a contramarcha, é lógico que colocar o arnês da criança seja mais complicado que numa cadeira de cara à marcha ou numa com giro de 360º ou 90º para ambos os lados, como a DUALFIX i-SIZE ou a SWINGFIX i-SIZE, respetivamente, que se instalam com Isofix, mas que apenas são aptas até aos 18 kg.

  • Necessita um cinto largo.
    Britax Römer assegura que a MAX-WAY PLUS pode instalar-se com um cinto de segurança standard (inclusivamente com um ventral ou de dois pontos) e que não recebeu comentários de pais sobre problemas de instalação devido à longitude dos cintos. De facto, a MAX-WAY PLUS necessita aproximadamente a mesma longitude do cinto que um porta-bebés.
    Também, os pais devem comprovar a compatibilidade do automóvel (e dos assentos) na lista de veículos homologados e recomenda-se fazer uma instalação de prova antes da compra.


Neste apartado, são positivamente valorizados a adaptação da cadeira ao tamanho da criança ("muito bom"), o manual de instruções ("bom") e a limpeza e acabamento ("bom").

Ergonomia (10%): "satisfatória" (3.0)

No apartado de ergonomia, é habitual que as cadeiras que permitem ir a contramarcha até aos 25 kg (uns 6 anos de idade) tenham piores valorações em aspetos como postura ou confort da criança no assento, espaço da criança na cadeira ou espaço requerido no veículo.

No caso da MAX-WAY PLUS, a ADAC aponta o seguinte:

  • A posição da cadeira e o apoio das pernas não são óptimos.
    Numa cadeira a contramarcha para crianças de até 25 kg, é normal que as pernas não caibam, especialmente dos mais grandes. Isto nunca foi um problema nos países nórdicos, onde é costume que as crianças viagem a contramarcha até aos 4 ou inclusivamente 6 anos, já que está demonstrado que é a maneira mais segura de viajar. As crianças podem cruzar as pernas ou apoiá-las diretamente no assento traseiro do veículo, e não por isso viajar de forma incómoda.


  • Requer de muito espaço no veículo.
    Ao ser uma uma cadeira contramarcha do grupo 1/2 (9-25 kg), é lógico que ocupe mais espaço no veículo que uma cadeira de frente à marcha. De qualquer modo, há que destacar que a MAX-WAY PLUS tem uma estrutura bastante compacta e que está homologada para o seu uso inclusivamente em veículos de pequenas dimensões.

  • Proporciona um espaço aceitável para a criança.
    Obviamente, uma criança de 5 ou 6 anos terá mais espaço noutros dispositivos de frente à marcha, mas neste ponto há que valorizar se é mais importante o plus de segurança de viajar a contramarcha ou que o ocupante desfrute de mais espaço.

  • Visibilidade reduzida da criança para o exterior.
    É normal que uma criança a contramarcha tenha menos visibilidade para o exterior, especialmente se a cadeira tiver uma estrutura e um apoio de cabeça que ofereça maior proteção lateral.


Neste apartado, é valorizado positivamente o bom têxtil e o seu acolchoado.

Substâncias nocivas: "boa" (1.6)

Se destaca a baixa presença de substâncias nocivas.

A garantia do Plus Test


Além de obter um bom resultado no apartado de segurança da ADAC, a MAX-WAY PLUS tem a garantia do prestigiadoPlus Test sueco.

É um teste de cadeiras auto que os fabricantes podem realizar voluntariamente na Suécia e que vai além dos requisitos estabelecidos pelos regulamentos de homologação.

O objetivo deste teste é medir a capacidade de uma cadeira para proteger a cabeça e o pescoço de uma criança no caso de uma colisão frontal. As suas exigências são tão elevadas que não há dispositivo que também possa ser orientado de frente à marcha (exclusiva ou não) que tenha passado no teste.

Entre as poucas cadeiras a contramarcha que contam com o PLUS Test sueco encontramos vários modelos de Britax Römer: a MAX-WAY PLUS (9-25 kg), a MAX-WAY (9-25 kg), a SWINGFIX i-SIZE (40-105 cm ou 18 kg) e a SWINGFIX M i-SIZE (61-105 cm ou 18 kg), entre outras.